Home Colunas Identidade Secreta

No artigo anterior escrevi sobre o início do “namoro” quadrinhos e cinema, as primeiras experiências nas décadas de 40, o primeiro “boom” no fim a década de 70 e meados de 80 e por fim, os terríveis anos 90.

Anos 2000

Em 2000 estreou um filme que faria os produtores de Hollywood voltar os olhos novamente para os quadrinhos: “X-men: o Filme”. Com o custo de 75 milhões, podemos dizer que X-men teve um orçamento modesto perto da média dos blockbusters hollywoodianos (custam em média mais de 100 milhões) e mesmo assim teve sucesso de público e boa aceitação por parte da crítica.

 No enredo do primeiro filme, Magneto (Ian McKellen) e sua Irmandade dos Mutantes, tramam transformar os líderes das Nações Unidas em Mutantes através de um processo artificial, porém esse processo acaba resultando na morte de quem é submetido a ele. Cabe então a Professor Xavier (Patrick Stewart) liderar sua equipe de mutantes formada por Ciclope (James Marsden), Jean Grey (Famke Janssen), Tempestade (Halle Berry), Vampira (Anna Paquinn)  e Wolverine (Hugh Jackman), na luta para impedir os planos de Magneto. “X-men: o Filme”  faturou 296 milhões.

Dois anos depois foi lançado um dos maiores blockbusters de todos os tempos: Homem-Aranha (2002).  O sucesso de bilheteria e vendas de DVD, fez com que, ao longo dessa década, vários filmes de super-heróis fossem lançados, incluindoDemolidor (2003), A Liga Extraordinária (2003), Hulk (2003) , Mulher-Gato (2004), Hellboy (2004), The Punisher (2004), Batman Begins (2005), Quarteto Fantástico (2005), Motoqueiro Fantasma (2007), 300 (2007), Homem de Ferro (2008), O Incrível Hulk (2008) Watchmen (2009), Kick-Ass (2010) , Jonah Hex (2010)  e Homem de Ferro 2 (2010).

Não só filmes originais mas muitas seqüências e spin-offs (franquias) também foram lançadas:  Blade II (2002), X2: X-Men ll (2003), Homem-Aranha 2 (2004), Blade: Trinity (2004), Elektra (2005), X-Men: O Confronto Final (2006), Superman: o Retorno (2006), TMNT – Tartarugas ninjas (2007), Homem-Aranha 3 (2007), Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado (2007), Hellboy 2: O Exército Dourado (2008), O Cavaleiro das Trevas ( 2008), X-Men Origins: Wolverine (2009).

Vale à pena lembrar que “Batman: O Cavaleiro das Trevas” é o filme de super-herói com a maior bilheteria da história do cinema: 1 BILHÃO DE DOLARES. Atualmente, é  a sétima maior bilheteria do cinema e também recebeu a maior quantidade de indicações para o Oscar que um filme do gênero já teve: oito indicações, tendo vencido em duas categorias: Melhor Ator Coadjuvante (um prêmio póstumo para Heath Ledger) e Melhor Edição de Som (Richard King).

Ano: 2011

Esse ano começou muito animado no que diz respeito às produções de filmes até o mês de Junho tivemos a estréia de: Besouro Verde, Thor, X-men First Class e Capitão América.

E estamos as vésperas das estréias de Lanterna Verde (19 de Agosto), Conan (19 de agosto), datas de estréia no Brasil.

O Futuro

A Marvel preparou o projeto mais audacioso para 2012, “The Avengers”, após produzir os Filmes de Hulk, Thor, Homem de Ferro e agora Capitão América, a “Casa das Idéias” lançará o longa de um dos grupos de heróis mais famosos dos quadrinhos, os Vingadores.

Para os que são fãs de quadrinho essa é uma das notícias mais excitantes dos últimos tempos,  a Marvel  arrisca muito ao fazer um filme com tantos personagens antológicos, mas acredito muito que será  (no mínimo) um dos melhores filmes de 2012, principalmente se o enredo for baseado nos quadrinhos dos Ultimates ( Os Supremos).

Entre os projetos de 2012 teremos a sequência de Batman, The Dark Knight Rises (2012) de Christopher Nolan, bem como um reboot  de Homem-Aranha intitulado The Amazing Spider-Man (2012) e a próximo Superman , Man of Steel (2012)dirigido por Zach Snyder.

Como podemos ver Hollywood se rendeu ao gênero dos filmes de Super-heróis.

Por hoje é só pessoal, volto em 15 dias e na próxima coluna falarei sobre uma série que está abalando o pilares do universo Marvel: Fear Itself! Até Lá! Vida Longa e Próspera!

Salve gorilada! Neste artigo quero falar sobre o novo status dos quadrinhos no mundo do cinema.

(Clique aqui para ler a segunda parte deste artigo)

Desde muito tempo atrás os quadrinhos flertam com a sétima arte, não é de hoje que obras dos quadrinhos inspiram e são adaptadas para as telonas. Quem já não assistiu na Sessão da Tarde ou na tela de sucesso algum filme antigo de super-heróis?

Lembro que em meados dos anos noventa eu  assistia a filmes como Capitão América (sim capitão América já teve um filme), Flash Gordon, Batman (o seriado) e outros super-heróis na telinha da TV. Eram em geral, produções toscas, sem muitos recursos financeiros, filmes feitos, acredito eu, apenas pra agradar um seleto público de fãs e gerar alguma renda além das publicações mensais.

Mas como tudo começou?

Praticamente quando os quadrinhos começaram a ganhar notoriedade, por volta dos anos 40  já pularam pra telas de cinema através dos “Seriados de Cinema” que eram curtas metragens exibidos antes das sessões, o primeiro herói a figurar foi Capitão Marvel ( atualmente Shazam) em 1941, seguido por Batman(43), Fantasma(43), Capitão América(44) e Superman(48).

Mas isso não durou muito, pois Fredric Wertham escreveu um livro chamado “Seduction of the Innocent “, onde atestava que os quadrinhos eram culpados pela delinquência juvenil. Inclusive foi ele quem criou a lenda de que Batman e Robin tinham um relacionamento homossexual. É claro que isso causou uma turbulência na indústria dos quadrinhos afastando-os das telas de cinema.

Fim da década  de 70, início da década de 80.

Décadas depois surgiu aquele que seria o maior ícone cinematográfico de filmes de super-heróis: SUPERMAN de Richard Donner.

O ano era 1978, Superman estreou nas telas de cinema e foi sucesso de Critica e bilheteria. O filme recebeu três indicações: nas categorias de melhor som, melhor trilha sonora e melhor edição. Ganhou o Oscar de “Melhores efeitos especiais”, além de imortalizar o ETERNO Christopher Reeve, como o maior super-herói de toda a história dos quadrinhos!

Essa versão também imortalizou o Tema de Superman , composto por John Williams. Para os que não conhecem , cliquem aqui (link para o Youtube) e curtam essa obra prima de John Williams.

Pra temos uma idéia do sucesso desse filme ele custou U$ 55 milhões e arrecadou U$300 milhões!