Home Colunas GoriLista

13 2686

Alguns carros são tão conhecidos por suas participações em filmes que até mereceriam deixar as marcas de seus pneus na calçada da fama. Pensando nisso listei 12 desses carros que de alguma forma fizeram parte de grandes produções e se tornaram muito conhecidos. Os meus selecionados foram esses:


O carro usado por Batman já foi levado as telas em muitos filmes, e em cada um deles apareceu diferente e mais modernizado.Em cada filme o carro trazia uma inovação, ele já teve turbina dianteira (1989), se transformava em míssil (1992), acionava foguetes (1997) e teve até uma motocicleta acoplada (2008). Vamos aguardar o próximo filme do morcegão para ver qual será a grande inovação dessa vez.

Herbie já estrelou 6 filmes e tem fãs malucos pelo mundo todo. O Fusca com o número 53 tinha vida própria, carisma, inteligência e uma personalidade forte. Depois de ser desprezado e quase virar sucata nosso redondo amigo cai nas mãos de um piloto fracassado e junto com ele ganha confiança, se recupera e se torna um campeão de corridas.

Christine é um Playmouth Fury vermelho e branco de 1959, que tem um pequeno e assustador detalhe: no interior de seu chassi se esconde um demônio com um inesgotável desejo de matar e destruir quem cruzar o seu caminho. Gostou? Essa é a história de um dos carros mais conhecidos do cinema, adaptado (com inúmeras mudanças) de um livro de Stephen King e dirigido pelo mestre do terror John Carpenter.

O carro dos Caça-fantasmas é uma Ambulância Cadillac de 1959 batizada como Ecto 1, ela só virou o carro oficial do grupo por que eles estavam sem grana para comprar algo melhor. No roteiro original a ideia é que o carro da equipe fosse preto e pudesse voar, somente depois é que acharam que um carro branco pudesse transmitir melhor uma imagem sobrenatural, já que o carro é todo adaptado para transportar fantasmas capturados.


Um dos carros mais cultuados do cinema é o famoso DeLorean da série De Volta Pro Futuro. O carro é um personagem a parte no filme e fez tanto sucesso quanto Marty McFly (Michael J. Fox) e o Dr Emett Brown (Christopher Lloyd). Que garoto nunca se imaginou tendo um DeLorean e viajando pelo tempo? Eu sonho com isso até hoje!

Ferris Bueller (Matthew Broderick) resolveu tirar um dia de folga e para isso ele conta com sua namorada Sloane (Mia Sara) e seu melhor amigo, o paranóico Cameron (Alan Ruck). A cereja no bolo deste dia é a Ferrari do pai de Cameron que eles pegam “emprestada”, rodam a cidade e quando resolvem deixá-la em segurança em um estacionamento dois manobristas se aproveitam para “dar um passeio”. O final trágico todo mundo já sabe: eles acidentalmente lançam a Ferrari por um penhasco. Pobre Cameron!

É preciso ser muito Debilóide para pegar uma estrada e cruzar o país a bordo de uma Van transformada em um enorme cachorro? Um dos carros mais simpáticos do cinema é esse simpático cachorrão que levanta a pata traseira para ser abastecido. Ainda não acredito que Lloyde (Jim Carrey) foi capaz de trocar esse carro incrível por uma simples motoca.

General Lee brilhou por anos na TV e só depois veio ter a sua chance na telona. Ele é o Dodge Charger 69 cor de laranja dos primos Bo (Seann William Scott) e Luke Duke (Johnny Knoxville) O carro talvez seja o personagem mais carismático do filme e garante que os primos estejam sempre um passo à frente do Xerife da cidade.

Mach Five é um carro de corridas pilotado por Speedy Racer (Emile Hirsch), o designer do carro foi inspirado em uma Ferrari 250 Testarrosa e suas cores são uma homenagem a bandeira do Japão. O carro foi dado a Speedy por seu irmão Rex (Scott Porter) e possui muitos recursos como: macaco automático, serras rotativas e capota blindada. Todos os comandos do carro são acionados por botões com letras em seu painel de controle.

A Kombi amarela com o teto branco é, além de um personagem a parte, o local onde se passa a maior parte do filme Pequena Miss Sunshine. A Kombi é o retrato da família tema do filme, desajustada, cheia de imprevistos e sempre precisando de um empurrãozinho para andar. A cena em que a buzina dispara no meio da estrada é hilária. Carro simpático, como o próprio filme, e um dos meus preferidos nesta lista.


O imponente caminhão Optimus Prime é o líder dos Autobots (robôs alienígenas que se transformam em carros e maquinas) no combate aos Decepticons (também robôs alienígenas). Bumblebee é o Autobot que mais entende o ser humano, mesmo não podendo falar com eles (ele teve seu processador de fala prejudicado em uma batalha). É um Chevrolet Camaro amarelo que tem por Sam (Shia LaBeouf), seu proprietário, um grande carinho e amizade.

Quem é o mais durão neste filme, o veterano de Guerra preconceituoso vivido com maestria pelo sempre excelente Clint Eastwood ou o velho Ford Grand Torino estacionado e cuidadosamente conservado na garagem dele? Bom filme e um belo carro pra encerrar essa lista.

E aí, me esqueci de algum? Que carrão você acha que mereceria deixar a marca de seus pneus na calçada da fama?

Comente, dê sua sugestão.

261 16971

Chegamos a ultima parte de nossa lista com mais 12 atores e atrizes que recusaram grandes papéis no cinema, confira agora:

E não deixe de conferir a parte 1 e parte 2 dessa lista especial.

 Papel 25

Interpretado por: Patrick Swayze
Recusado por:Bruce Willis

Bruce Willis era o astro de Duro de Matar e achou que seria arriscado para sua carreira interpretar um fantasminha camarada chamado Sam Wheat em Ghost – Do Outro Lado da Vida. Patrick Swayze não tinha medo de fantasmas, encarou o desafio e de quebra ainda contracenou com Demi Moore, a esposa de Willis na época. Ironia do destino anos depois o papel de um fantasma em O Sexto Sentido deu uma reerguida na carreira de Bruce Willis.

Papel 26

Interpretado por: Sandra Bullock
Recusado por: Julia Roberts

Leigh Anne Tuohy o papel que deu o primeiro Oscar da carreira de Sandra Bullock foi oferecido primeiramente a Julia Roberts. Para a sorte de Sandra, Julia preferiu dizer não a esse belo filme chamado Um Sonho POssível e fazer parte do elenco do péssimo Idas e Vindas do Amor.

Papel 27

Interpretado por: Mickey Rourke
Recusado por: Nicholas Cage e Sylvester Stallone

Nicolas Cage foi a primeira escolha do diretor Darren Aronofsky para viver o lutador fracassado Randy “The Ram” Robinson em O Lutador. Depois de algumas diferenças criativas entre ele e Darren o ator pulou fora do projeto. Sem Cage no elenco o diretor procurou Stallone, mas este estava envolvido demais com as filmagens de Rocky Balboa. O jeito foi recorrer ao esquecido Mickey Rourke que ganhou um Globo de Ouro, um BAFTA e uma indicação ao Oscar por sua atuação.

Papel 28

Interpretado por: Matt Damon
Recusado por:Brad Pitt

Inicialmente seria Brad Pitt o interprete de Jason Bourne, mas o ator preferiu encarar as filmagens de Jogos de Espiões e jogou no colo de seu colega Matt Damom a oportunidade de lucrar muito com essa ótima trilogia.

Papel 29

Interpretado por: Tom Hanks
Recusado por: Bill Paxton

Na opinião do diretor Ron Howard o ator Bill Paxton era o nome ideal para interpretar o especialista em símbolos Robert Langdon de O Código Da Vinci, mas ele não pode aceitar devido a conflitos com outros compromissos já assumidos. Tom Hanks, que já havia trabalhado com Ron Howard, em Apollo 13 acabou ficando com o personagem e a frânquia.

Papel 30

Interpretado por: Sharon Stone
Recusado por: Julia Roberts

Julia Roberts era uma jovem estrela colhendo os frutos por seu desempenho em Uma Linda Mulher quando recebeu um convite pra lá de ousado: interpretar a sexy psicopata Catherine Tramell no triller erótico Instinto Selvagem. Com medo de tamanha exposição Julia Roberts preferiu recusar educadamente o convite e deu o papel de bandeija para a linda Sharon Stone que acabou eternizada com a cruzada de pernas mais sensual da história do cinema.

Papel 31

Interpretado por: Sam Worthington
Recusado por: Matt Damom e Jake Gyllenhaal

James Cameron queria Matt Damon para estrelar seu épico Avatar, mas a agenda dele não permitia, recorreu então a Jake Gyllenhaal, mas ele preferiu fazer o Príncipe da Pérsia (péssima escolha) e deixou passar a chance de participar de umas das maiores produções cinematográficas já realizadas. O jeito foi dar esse presentão ao até então desconhecido Sam Worthington.

Papel 32

Interpretado por: Michael J. Fox
Recusado por: Ralph Macchio

Robert Zemeckis queria um jovem ídolo para estrelar sua trilogia De Volta Pro Futuro e o primeiro nome que ele pensou foi o de Ralph Macchio, astro em ascenção colhendo os frutos pelo exito de Karatê Kid. Ralph leu o roteiro, não gostou da história e recusou o papel dizendo que não acreditava no sucesso daquele filme e que ele não se arriscaria ficando preso a uma trilogia. Zemeckis escolheu então o ator Eric Stoltz que chegou a gravar algumas cenas, mas não convenceu como adolescente e foi liberado. Michael J. Fox fazia sucesso em uma série de televisão e só então foi convidado para viver Marty McFly… e deu no que deu.

Papel 33

Interpretado por: Liam Neeson
Recusado por: Harrison Ford

Steven Spielberg queria um nome de sua confiança para interpretar Oskar Schindler no clássico A Lista de Schindler. Fez o convite a Harrison Ford e recebeu um elegante e sincero NÃO. Segundo o ator aquele era um filme especial e a presença dele, um ator consagrado por personagens épicos poderia tirar a atenção daquilo que era realmente importante: a história! Spielberg concordou com Ford e convidou um grande ator que ainda não era um grande astro naquela época: Liam Neeson, que fez um grande trabalho e foi indicado ao Oscar.

Papel 34

Interpretado por: Hilary Swank
Recusado por: Sandra Bullock

O sonho de Sandra Bullock sempre foi ganhar um Oscar (ela ganhou por Um Sonho Possível em 2009) e isso poderia ter acontecido já em 2005 se ela tivesse aceito o convite dos produtores para estrelar Menina de Ouro. O convite foi recusado por que a atriz queria escolher o diretor do filme, o que não foi aceito pelos produtores. Quando o nome de Clint Eastwood foi confirmado como diretor a atriz declarou que gostaria de fazer o filme, mas os produtores já haviam chamado Hilary Swank. Naquele ano Sandra Bullock teve que se conformar com Miss Simpatia 2… e aplaudir Hilary Swank ganhando o Oscar.

Papel 35

Interpretado por: Whoppi Goldberg
Recusado por:Bette Midler

Muita gente não faz nem ideia, mas o papel da cantora de cabaré Delloris Van Cartier (Mudança de Hábitoque é obrigada a se passar por freira e acaba como regente de Coral foi escrito especialmente para a talentosa Bette Midler. A personagem acabou parando nas mãos de Whoppi Goldberg que deu um show e ficou eternizada como a irmã Mary Clarence.

Papel 36

Interpretado por: Arnold Schwarzenegger
Recusado por: O.J. Simpson

Na realidade O.J. não recusou o papel de Exterminador do FuturoO.J. Simpson passou em todos os testes, mas os produtores achavam que ele nunca seria levado a sério como assassino. Anos mais tarde O.J. Simpson foi preso acusado pelo assassinato de sua esposa. Coisas do destino.

0 1645

Hoje veremos mais doze papéis que foram recusados por astros de Hollywood e que, em geral, deram certo quando interpretados por outros atores/atrizes da capital mundial no cinema.

Não se esqueça de conferir a primeira parte desta lista aqui:

Papel 13

Interpretado por: Eli Roth
Recusado por: Adam Sandler

Quentin Tarantino chegou a convidar Adam Sandler para empunhar o taco de beiseball do sargento Donnie Donowitz, mas devido às filmagens de “Tá Rindo do que?” Ele não pode aceitar. Eli Roth acabou sendo a escolha de Tarantino para ficar com o papel do sargento chamado de Urso Judeu. Mas e aí, como será que se sairia Adam Sandler sendo dirigido por Quentin Tarantino?

Papel 14

Interpretado por: Harrison Ford
Recusado por: Tom Selleck

Consegue imaginar Indiana Jones com um enorme bigode? Tom Selleck e seu bigodão só não puderam assumir o papel do aventureiro porque estavam envolvidos com a produção da serie de TV Magnum. Tudo bem, Magnum foi um sucesso e se tornou um clássico da televisão… mas e você? Preferiria ficar imortalizado por qual papel?

Papel 15

Interpretado por: Eddie Murphy
Recusado por: Sylvester Stallone e Mickey Rourke

Um Tira da Pesada tinha tudo para ser mais uma serie de filmes de ação cheia de porradas, tiros e explosões, mas quando os produtores receberam o não dos brucutus Mickey Rourke e Sylvester Stallone o jeito foi alterar o roteiro, transformar o filme em uma comedia policial e chamar o jovem humorista Eddie Murphy para viver o detetive Alex Foley.

Papel 16

Interpretado por: Meg Ryan
Recusado por: Molly Ringwald

A bonitinha dos anos 80 Molly Ringwald disse não a Harry e Sally, filme que fez enorme sucesso e alavancou a carreira de Meg Ryan. Outro personagem que ela recusou foi o da prostituta Vivian de Uma Linda Mulher. A se julgar por suas escolhas não e de se espantar que uma das mais promissoras atrizes da década de 80 tenha sumido do mapa.

Papel 17

Interpretado por: Antony Hopkins
Recusado por: Genne Hackman, Sean Connery e Jeremy Irons

Gene Hackman foi o primeiro ator cotado para interpretar o frio assassino Haniball Lecter, do clássico O Silêncio dos Inocentes, mas o premiado ator não teve estomago para encarar o canibal e desistiu. Depois de Gene os produtores ainda ouviram o não de Sean Connery (olha ele aí de novo) e Jeremy Irons. Antony Hopkins teve a cara e a coragem para dar vida ao cruel assassino e seu desempenho lhe rendeu um Oscar e a imortalidade com esse personagem.

Papel 18

Interpretado por: David Carradine
Recusado por: Warrem Beatty e Kevin Costner

Warrem Beatty chegou a aceitar o papel do noivo assassino Bill, mas acabou desistindo do projeto, Kevin Costner foi convidado para o substituir, mas preferiu dirigir e atuar em O Pacto de Justiça, a solução foi tirar a poeira de David Carradine e o colocar para atuar.

Papel 19

Interpretado por: Sean Connery
Recusado por: Cary Grant

Cary Grant achou que com 58 anos ele estaria velho demais para viver um superespião, além disso ele não queria ficar preso a um personagem que estrelaria uma serie de filmes. O diretor Ian Fleming foi então convencido por sua esposa a testar um jovem ator britânico que ela havia visto e foi dessa forma que Sean Connery virou o maior de todos os 007.

Papel 20

Interpretado por: Harrison Ford
Recusado por: Al Pacino

Tudo poderia ter sido muito diferente em uma galáxia distante se Han Solo tivesse um ar meio mafioso e resolvesse tudo na porrada. Al Pacino recusou o papel e deixou o caminho livre para Harrison Ford brilhar em Star Wars.

Papel 21

Interpretado por: Michelle Pfeiffer
Recusado por: Annette Bening

Inicialmente seria a atriz Annette Bening que viveria a vilã Mulher Gato na sequencia de Batman, mas a atriz ficou grávida e teve que desistir do papel, que sorte a dela não? Michelle Pfeiffer foi contratada em seguida para pagar esse mico.

Papel 22

Interpretado por: Kate Winslat
Recusado por: Gwyneth Paltrow e Claire Danes

James Cameron queria Gwyneth Paltrow para viver Rose em Titanic, com a recusa dela o diretor foi atrás de Claire Danes que não quis repetir o par romântico com Leonardo Di Caprio (os dois viveram Romeu e Julieta em 1996). Sabendo das recusas Kate Winslet pediu para ser escalada, James não achou que seria uma boa, mas ela acabou o convencendo, fez um grande trabalho e foi indicada ao Oscar. Valeu a pena ter insistido!

Papel 23

Interpretado por: Al Pacino
Recusado por: Jack Nicholson, Warrem Beatty e Dustin Hoffman

Warrem Beatty não quis, Dustin Hoffman desprezou, Jack Nicholson não se interessou pelo papel e Robert De Niro não foi aprovado nos testes. Fazer o que agora? Chama o Al Pacino! Chamaram, ele aceitou, arrebentou no papel de Michael Corleone de O Poderoso Chefão e foi indicado ao Oscar de Ator Coadjuvante por isso.

Papel 24

Interpretado por: Will Smith
Recusado por: Chris O’Donnell

O primeiro ator para quem o agente J em Homens de Preto foi oferecido foi Chris O’Donnell, para azar dele e sorte de Will Smith, ele optou em fazer o Robin do filme Batman & Robin. Se arrependimento matasse Chris O’Donnell já não estaria mais entre nós, pode ter certeza!

E não acabou, continue acompanhando o Gorila Polar e veja a ultima parte desta lista com papéis recusados. Até mais.

1 3949

Imagine a cena: um banco em uma parada de ônibus, no canto do banco sentado de maneira tímida e vestindo um terno claro e surrado por cima de uma camisa xadrez em tons de azul está um homem segurando uma caixa de bombons embrulhada para presente. A câmera se aproxima e mostra o rosto deForrest Gump… interpretado por John Travolta.

Mudo de canal e vejo Will Smith tentando entender o que é aquela tal deMatrix que acabou de lhe ser apresentada por Sean Connery

Sim macacada, isso poderia ter acontecido se os atores citados não tivessem se recusado a fazer parte desses projetos. Hollywood está cheio dessas histórias. Iremos ver aqui, em três partes, alguns desses curiosos casos e viajar na criatividade tentando imaginar como seriam esses personagens com outros rostos.

 Papel 1

Interpretado por: Tom Hanks
Recusado por: John Travolta, Chevy Chase e Bill Murray

John Travolta não teve o menor interesse em viver o contador de histórias com pouco QI. Quem também não deu muita importância para o personagem foram Bill Murray (de Caça-Fantasmas) e Chevy Chase (de Férias Frustradas). Tom Hanks se apaixonou pelo personagem e ganhou o segundo Oscar de sua carreira com ele.
Curiosidade: ele ganhou o Oscar derrotando John Travolta, que concorria por Pulp Fiction.

Papel 2

Interpretado por: Julia Roberts
Recusado por: Daryl Hannah

Daryl Hanna achou que interpretar a prostituta Vivian seria prejudicial à sua carreira e por isso recusou o papel. Quem não acreditou nem um pouco nessa história de se prejudicar foi a novata Julia Roberts. E não é que interpretar uma prostituta fez um bem incrível à carreira dela? Daryl deve chorar abraçada ao travesseiro todas as noites por este pequeno deslize.

Papel 3

Interpretado por: Keanu Reeves
Recusado por:Will Smith

Sobre o fato de ter recusado o papel do protagonista da trilogia Matrix, o astro Will Smith gosta de dizer que o filme seria um fracasso com ele e que o personagem Neo ficou perfeito com Keannu Reeves, “Quando vejo o filme percebo as escolhas dele em algumas cenas, tenho certeza de que eu teria estragado tudo aquilo.” chegou a declarar em uma entrevista o ator com muito humor. É… talvez ele tenha razão.

Papel 4

Interpretado por: Laurence Fishburne
Recusado por: Sean Connery

Sean Connery não entendeu nada daquela história de Matrix e por isso recusou o papel, Laurence Fishburne não se preocupou em entender o filme, agarrou o personagem e entrou pra história do cinema com seu Morpheus.

Papel 5

Interpretado por: Ian Mckellen
Recusado por: Sean Conery

Nem a promessa de ter uma porcentagem das bilheterias convenceu o britânico turrão a participar de um projeto que ele, mais uma vez, não entendeu a história, depois de recusar Matrix, Sean Conery não topou ser o Gandalf de Senhor dos Anéis. Depois de ter visto o enorme sucesso dessas produções Sir Sean Connery resolveu embarcar nas filmagens de mais um roteiro que ele não entendeu nada, mas dessa vez teria sido melhor antecipar sua aposentadoria e não ter encerrado a carreira no péssimo A Liga Extraordinária.

Papel 6

Interpretado por: Liz Taylor
Recusado por:Joan Collins

No final dos anos 50 a atriz Joan Collins foi contratada para ser a protagonista de Cleópatra, mas como o filme demorou em iniciar suas filmagens a atriz se cansou de esperar e desistiu do projeto. Elizabeth Taylor assumiu a personagem, se tornou a primeira mulher a receber um cache de 1 milhão de dólares e de quebra ainda se tornou uma das maiores lendas do cinema… azar da impaciente Joan Collins.

Papel 7

Interpretado por: Bruce Willis
Recusado por: Richard Gere, Sylvester Stallone, Arnold Schwarzenegger e Burt Reynolds

Os produtores queriam alguém durão para viver o detetive que enfrenta sozinho um grupo de terroristas para salvar sua mulher em Duro de Matar. Com a recusa de Stallone, Schwarzenegger, Burt Reynolds e Richard Gere (que nem é tão durão assim) o jeito foi apostar no jovem ator que fazia sucesso na TV com a série A Gata e o Rato.

Papel 8

Interpretado por: Russell Crowe
Recusado por: Mel Gibson

A sorte de Russell Crowe é que depois de ter lido o roteiro de Gladiador o astro Mel Gibson achou que o filme se parecia demais com Coração Valente e recusou o papel. Na estante de prêmios de Russell deve ter um porta-retrato com a foto de Mel Gibson ao lado da estatueta do Oscar que ele ganhou por esse personagem.

Papel 9

Interpretado por: Hugh Jackman
Recusado por: Russell Crowe

Mas Russell Crowe também abriu mão de um grande personagem. Ele achou interessante o papel de Wolverine, mas quis ganhar muito mais do que lhe foi oferecido. Os produtores desistiram na hora e foram atrás de um jovem ator sugerido pelo próprio Russell, o então desconhecido Hugh Jackmam.

Papel 10

Interpretado por: Cate Blanched
Recusado por: Nicole Kidman

Nicole Kidman queria muito interpretar a musa e lenda do cinema  Katharine Hepburn em O Aviador, mas teve que desistir devido a conflitos de agenda com as filmagens de Mulheres Perfeitas. Sorte de Cate Blanchett que ganhou o papel e conquistou um Oscar por causa dele.

Papel 11

Interpretado por: Jamie Foxx
Recusado por: Will Smith

Quando escreveu o roteiro de Django Livre o diretor Quentin Tarantino tinha em mente o ator Will Smith para fazer o papel do escravo livre que se torna um justiceiro, mas Will estava envolvido com a produção de Homens de Preto 3 e não conseguiu espaço em sua agenda para encarar esse projeto. Jamie Foxx tinha um tempinho de sobra e ficou com o personagem.

Papel 12

Interpretado por: Tobey Maguire
Recusado por: Heath Ledger

Quando resolveram adaptar o Homem Aranha para o cinema os produtores foram atrás do jovem e promissor australianoHeath Ledger, e ele esteve bem perto de aceitar o papel, mas por fim achou que o papel de Peter Parker não era sua cara e se aceitasse ele estaria tirando o sonho e a oportunidade de alguem… Tobey Maguire agradece!
Continue acompanhando o Gorila Polar, em breve a parte II desta matéria com mais personagens marcantes recusados por satros e estrelas do cinema.

97 9473

Jim Carrey está se preparando para viver novamente nos cinemas um de seus principais personagens, Lloyd Christmas o bobalhão atrapalhado de Debi & Loide, papel que ajudou a consolidar sua trajetória como um dos maiores nomes do humor de todos os tempos. Com cabelo tigela e o dente serrado Carrey com certeza repetirá o sucesso do primeiro filme e tem grandes chances de alcançar uma das maiores bilheterias de sua carreira… afinal, quem é que não quer ver essa dupla em cena novamente, não é mesmo?

Jim 0

Então vamos aproveitar que Jim Carrey está fazendo um revil de um personagem clássico e lembrar mais alguns personagens do ator que marcaram sua carreira e deixaram saudades.

Jim 1

O atrapalhado detetive de animais foi o pontapé inicial de Carrey rumo ao estrelato. Sem muita divulgação a comédia de 1994 se transformou em um grande sucesso nas locadoras e fez todo mundo querer saber mais do desconhecido ator com dentes enormes e careteiro que interpretava o detetive topetudo com roupas extravagantes. O filme ainda teve uma sequência se passando na África em 1995 e deixou muita saudade… poderia até rolar um final épico para fechar uma trilogia heim?

Jim 2

Stanley Spkiss é um cara fracassado, desiludido e humilhado por todos. A vida de Stanley muda quando ele encontra uma misteriosa máscara que faz dele um ser completamente maluco e com poderes extraordinários, dignos de um personagem de desenho animado. Quando se vê dominado pelo Máskara os desejos de Stanley começam a se realizar, isso faz com que ele se vingue dos que um dia pisaram nele e o coloca em confronto direto com um perigoso gangster numa disputa por uma bela garota. O Máskara foi um grande sucesso de bilheteria, na época todos ficaram impressionados com os modernos e ousados efeitos especiais, o filme de 1994 ajudou a consolidar a carreira de Carrey como um grande astro da comédia.

Jim 3

Com o sucesso de Debi & Loide, O Máskara e Ace Ventura não demorou para Jim Carrey começar a ser disputado para grandes produções, e desta forma deu vida – a sua maneira – a um dos vilões mais conhecidos do Batman: O Charada, no filme Batman Forever de 1995. Na realidade esse personagem acabou se mostrando um misto de seus outros personagens, Carrey não nos trouxe nada de diferente e construiu seu personagem com trejeitos exagerados, caretas e piadas forçadas ao extremo.

Jim 4

Você consegue imaginar um advogado que não consegue mentir? Pois bem, só mesmo Jim Carrey para interpretar um personagem tão surreal! Fletcher Reede é um advogado de sucesso que não consegue mais mentir graças a um desejo de seu filho atendido após um pedido ao assoprar a vela de seu aniversário. Com essa pequena “deficiência” Fletcher vê sua vida virar um inferno e sua carreira correr o risco de ir por água abaixo. O Mentiroso, de 1997 é sem duvida uma das melhores comédias de Jim Carrey.

Jim 5

Numa época em que os realities shows começou a tomar conta da televisão e o interesse pela vida de pessoas comuns começou a virar moda Jim Carrey chega aos cinemas com uma história extraordinária abordando este estranho comportamento da sociedade. Truman Burbank é um homem que tem sua vida transmitida ao vivo por câmeras de TV 24 horas, isso acontece desde o seu nascimento e Truman sequer desconfia que as pessoas que interagem com ele nada mais são do que atores contratados para fazer parte do Show de Truman (1998). Papel marcante e a primeira investida certeira de Carrey em um cinema mais sério!

Jim 6

Andy Kaufman foi um dos maiores humoristas de sua época, mas ele queria ser muito mais do que isso, Andy queria ser o maior artista do mundo. Em busca desse ideal Andy quebrou convenções, criava falsas histórias para a imprensa e pegadinhas com seu publico, conseguindo muitas vezes ter a antipatia de até mesmo de seus fãs. Um personagem real e tão controverso quanto esse precisava mesmo de um ator talentoso e versátil como Jim Carrey para encarná-lo de maneira impressionante no filme O Mundo de Andy, de 1999. É disparado um dos melhores trabalhos da carreira de Carrey!

Jim 7

O Grinch (2000) é uma criatura verde, estranha, tímida e ranzinza que por ter tido uma vida infeliz odeia o espírito de Natal. Por viver sozinho e longe das pessoas ele quer simplesmente destruir o Natal de todas as pessoas, assim ele não seria o único tristonho nesta época. Jim Carrey passou por uma primorosa caracterização para se transformar no feioso monstrengo peludo e se sai muito bem vivendo um personagem tão esquisito.

Jim 8

O repórter Bruce Nolan quer ser um jornalista sério e respeitado, mas só é escalado para cobrir matérias curiosas, bizarras e explorando seu lado mais engraçado. Bruce se revolta com Deus e o mundo, e o próprio Todo Poderoso (Morgan Freeman) se materializa para ele e oferece todos os seus poderes por uma semana para Bruce fazer o que quiser com sua própria vida. Um bom filme com uma bela mensagem, expressando muito bem a fase que Jim Carrey passava em sua carreira, querendo ser um ator reconhecido também por seu talento dramático e só tendo êxito com papéis cômicos.

Jim 9

Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças (2004) é um filme para poucos. Com narrativa confusa e uma história maluca você só vai compreender realmente o filme quando ele acabar. Neste filme Carrey vive um homem que recorre a um estranho método para apagar suas memórias afetivas e se livrar de vez de uma paixão do passado, no entanto ele desiste desse processo e passa o tempo todo do filme tentando proteger suas lembranças. O filme é um mergulho de Jim Carrey em uma interpretação dramática, e ele se sai muito bem no papel.

Jim 10

Na adaptação para o cinema dos livros Desventuras em Série (2004), Jim Carrey foi o ator escolhido para encarar 3 horas de maquiagem por dia e viver o ganancioso vilão Conde Olaf. No filme, assim como nos livros, Conde Olaf só aceita ficar com a guarda de seus três sobrinhos órfãos distantes por estar de olho na milionária herança que as três crianças tem direito.

Jim 11

Steven Russell com certeza foi o personagem mais polemico da carreira de nosso astro. Vivendo cenas homossexuais ousadas e trocando caricias com Ewan McGregor, coisas que seus fãs jamais imaginariam, o filme é uma comédia de humor negro, com pitadas de drama e baseada em uma história real. Russell é um impostor, perito em fugas da prisão e que vive uma história de amor com seu companheiro de cela. O Golpista do Ano (2009) mostra um Jim Carrey maduro, corajoso e em mais uma atuação segura.

Jim 12

A adaptação dos quadrinhos Kick Ass 2 foi lançada em 2013 em meio a uma grande polêmica: Jim Carrey, que dá vida ao Coronel Estrelas e Listras, simplesmente se recusou de participar da divulgação do filme por não concordar com o conteúdo violento que toma conta da ação do filme (será que ele não Leo o roteiro?). O personagem de Carrey é a fusão de dois personagens dos quadrinhos (Coronel Estrelas e Tenente Listras), ele é o líder de um grupo de heróis sem poderes que se reúne para lutar contra o crime.